1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados


Últimos assuntos
Siga-nos


Realize o Login na sua conta ou Registe-se para participar.

dados em linha

 

Se algo que a NSA ensinou foi que ninguém gosta de ter os seus dados pessoais recolhidos sem autorização. Mas não é apenas na agência norte-americana que se verifica uma recolha massiva de dados.

 

Recentemente foi descoberto que vários smartphones produzidos na China estão a recolher informação pessoal dos utilizadores. De acordo com a empresa de segurança Kriptoware, que descobriu este caso, várias das empresas afetadas vendem os seus equipamentos fora do mercado chinês, incluindo para a Europa.

 

Este caso encontra-se centrado sobre aplicações de terceiros instaladas, de fábrica, nos equipamentos. Estas aplicações possuem um backdoor que permite o envio de dados pessoais dos utilizadores para servidores na China, pertencentes à empresa “AdUps Technologies”.

Os dados recolhidos são depois utilizados para rastrear cada utilizador e apresentar anúncios publicitários relevantes. De notar que estes dados são recolhidos para todos os utilizadores, não sendo possível desativar o envio dos mesmos para terceiros.

 

A AdUps possuir parcerias com as fabricantes ZTE e Huawei, mas uma das principais visadas neste incidente é a BLU, já que foi num equipamento desta fabricante que os investigadores encontraram o backdoor.

 

blu smartphone

 

Em comunicado, a BLU afirma que o problema advém das aplicações de terceiros, sendo que a empresa tomou as medidas necessárias para remover todo o código do backdoor das suas distribuições. O próprio software da AdUps Technologies também já foi atualizado para remover este envio de dados.

 

Entre os modelos afetados encontram-se os:

  • R1 HD
  • Energy X Plus 2
  • Studio Touch
  • Advance 4.0 L2
  • Neo XL
  • Energy Diamond

 

Pouco após estas revelações, surgiram rumores que o backdoor tinha sido colocado a pedido do governo chinês. No entanto, um advogado da AdsUp já afirmou, em entrevista ao The New York Times, que o backdoor foi criado por uma empresa privada e que “foi um erro”.

 

De notar que, apesar de a AdUps referir trabalhar com outras marcas, não existem, até ao momento, informações de casos noutros equipamentos.

 

Fonte Kriptoware (PR NewsWire)


A carregar...




Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechBlog TugaTechBlog do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechWebrádio TugaTechWebradio TugatechHost TugaTechHost TugaTech